"Tirar dentro do peito a Emoção, A lúcida verdade, o Sentimento! (...)" Florbela Espanca

29
Mar 09

Neste orbe persistem

Prosápias criaturas,

Como deletérias cobras

Que o solimão expelem.

 

Respiram a dor de outrem,

Transpiram falsidade

E transformam em verdade,

Mentiras que outros ferem.

 

Sem mágoa nem pesar,

De calúnia se ufanam,

Sem nunca balançar.

 

Quando tal fel propalam,

Durante seu breve passar,

De meu ente se amovam.

 

Catarina Azevedo

 

publicado por luabranca81 às 11:45

Olá Catarina!

Há línguas em tudo venenosas
fazendo caso podem ser mortais
vêm de pessoas reles, ociosas
com falta de tino, irracionais

denoto uma certa deslusão
nas palavras que ofereces
põe no lixo a preocupação
sê feliz só porque mereces

Beijo grande
manu a 29 de Março de 2009 às 14:48

Obrigada manu.

Já passei a desilusão apenas quero distância dessa gente.
Para mim não há amizade sem sinceridade.

Beijos.
luabranca81 a 29 de Março de 2009 às 22:48

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
Procurar
 
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Visitas
Visitantes
blogs SAPO