"Tirar dentro do peito a Emoção, A lúcida verdade, o Sentimento! (...)" Florbela Espanca

04
Nov 08

 

Olhares o que dizem…?

Olhares fugazes ou serenos,

Olhares confiantes ou ternos,

Será que todos mentem…?

 

Teu olhar sereno conheci

Que tanto amor transparecia

Mas esse olhar mentia…

Triste, o meu quando descobri.

 

Confiava nesse olhar,

Que me dava segurança.

Nele depus toda a esperança

E amor que tinha para dar.

 

Foi nesse olhar que encontrei

A dor que nunca tinha sentido

Não podia acreditar no sucedido

Não eras aquele que tanto amei.

 

O meu coração a sangrar,

Por tão afiado punhal,

Foi nesse dia fatal

Para mudar o meu olhar.


Catarina Azevedo

publicado por luabranca81 às 18:47

Já diz o adágio: olhos que não vêem, coração que não sente. Mais um belíssimo poema. Um abraço
manu a 4 de Novembro de 2008 às 22:51

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
15

16
17
18
20
21

24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
Procurar
 
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Visitas
Visitantes
blogs SAPO