"Tirar dentro do peito a Emoção, A lúcida verdade, o Sentimento! (...)" Florbela Espanca

19
Out 08

 

Num querer de não querer,

Nesta nostálgica madrugada

Dei por mim aqui sentada

Num pensar só de te ver.

 

Tua imagem assola meu ser

Que neste dia, angustiada

Dei a alma aos pés, arrasada

De morte, enganada de te crer.

 

Já meu coração não bate,

Minha morte se avista.

Neste mar de solidão

 

Cambaleando na noite,

Parto mundo à conquista

Do amor do meu coração.

 

Catarina Azevedo

publicado por luabranca81 às 01:49

Parte...
comquista...
a morte não!!!!!

beijos
Utopia das Palavras a 19 de Outubro de 2008 às 02:31

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

22
23
25

26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
Procurar
 
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Visitas
Visitantes
blogs SAPO