"Tirar dentro do peito a Emoção, A lúcida verdade, o Sentimento! (...)" Florbela Espanca

19
Nov 08

 

Após promessa selada,

Tudo assentado na razão,

Não prevê, no Coração,

Que esta seja quebrada.

 

O Coração tenta impor.

A Razão nega com força,

Procurando segurança

Contra as razões do amor.

 

Ao Coração se juntarão

Os sentidos mas o sexto.

Por crer no pretexto

Da verdade ser a Razão.

 

A Razão perde a batalha.

Mas na consciência soa,

Como um eco, entoa

Até que ganhe a guerra.


Catarina Azevedo

publicado por luabranca81 às 21:12

Minha querida amiga, dessas batalhas sou eu também guerreira, mas...

Na batalha ganha a razão
Por ser o amor inconsequente
Pensa e age com emoção
Um coração nunca mente!

(e depois... lixa.se!!!!!)

Beijos guerreiros
Utopia das Palavras a 19 de Novembro de 2008 às 23:42

Várias batalhas de uma guerra
Umas ganhas outras perdidas
Páginas de vida que se encerra
Mas jamáis esquecidas
MBeirão a 20 de Novembro de 2008 às 22:11

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
15

16
17
18
20
21

24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
Procurar
 
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Visitas
Visitantes
blogs SAPO