"Tirar dentro do peito a Emoção, A lúcida verdade, o Sentimento! (...)" Florbela Espanca

08
Dez 08

Como no céu Lua cheia,

Vieste minha vida iluminar,

Na penumbra me encontrar

E trazer tua voz meiga.

 

Mergulhaste no meu ser

Como em revolto mar

Para bem fundo chegar

E o problema entender.

 

Como amigo chegaste

E muita luz, em mim vi

Surgir mas não previ

O amor que cá deixaste.

 

De ti sempre precisava,

Para conforto e amizade

Mas sentia muita saudade

Quando te não encontrava.

 

Em mim algo crescia,

No coração se instalou

E tudo em volta mudou…

Era a paixão que nascia.

 

O amor veio trazer

À alma serenidade

E consigo a felicidade

Que não tinha esta mulher.

 

Catarina Azevedo

publicado por luabranca81 às 22:31

Que perdure a serenidade
pelos tempos vindouros
e que mantenhas a felicidade
como um dos teus tesouros

Bem-vinda de volta com estes poemas lindíssimos. Beijo.
manu a 8 de Dezembro de 2008 às 22:55

Hummmmm!

Ai paixão
Quanto amor
Nesse coração
De flor...!!!!

jinhossssssssssssssss
Utopia das Palavras a 10 de Dezembro de 2008 às 18:09

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
Procurar
 
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Visitas
Visitantes
blogs SAPO